sexta-feira, 24 de abril de 2015

Resenha: Mar de Tranquilidade



Título: Mar da Tranquilidade
Autora: Katja Millay
Editora: Arqueiro
Páginas: 368
Ano: 2014


Sinopse: Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.


Resenha: Esse livro foi um dos que mexeu mais com meus sentimentos, será até difícil resenhar Mar da Tranquilidade pois é inexplicável o que fez comigo. Um livro que aflorou todos os sentimentos possíveis, já faz uma semana que terminei e ele ainda está vivo em mim.
Nastya Kashnikov é uma garota muito misteriosa, e por algum motivo ela não fala mais, guardou todas as palavras para ela, e trás em si muita tristeza e raiva em seu coração, por motivos passados em que ela vivenciou aos seus quinze anos.
Josh Bennett também é um garoto muito misterioso, porém ele tentar se manter mais distante das pessoas possíveis, pois todos que se encontravam em seu lado vieram a falecer, ele toca sua vida sem ter contato com ninguém a não ser por seu melhor amigo Drew e sua família.
Nastya resolve ir morar com sua tia Margot e tentar começar uma vida longe de seu passado, lá ela começa a estudar em uma nova escola, e conhece Josh e Drew, e eles começam uma amizade silenciosa.
Muitos momentos senti muito pesar por Nastya, quis desesperadamente saber o que se passava com a menina tão misteriosa, e descobrir o que havia se passado em seu passado, e Josh, nossa, Josh é um garoto lindo, era o menino que toda menina desejaria para si, porém ninguém tenta se aproximar dele, isso muitas vezes me deixou angustiada, pois como em uma adolescencia um garoto pode se tornar tão invisível, aliás era o que ele queria.
Drew é o garoto pegador da escola, que dá em cima de todas, e quer todas para si, mas ele também carrega em seu coração um mistério, muitas vezes tentei dar uns tapas na bunda dele, por ele ser  tão irritante, mais ao mesmo tempo ele era especial de alguma forma.

Se indico esse livro? Acho que todas as pessoas deveriam ler este livro, pois ele nos passa uma mensagem de esperança, reencontro com a própria alma, perdão e também de reconciliação.
Não deixem de ler esse livro " Mar da Tranquilidade" é o típico livro que começamos a ler e não conseguimos parar até ver o fim, o tipo de livro que ao terminar te deixa um vazio, como já disse, os personagens continuam vivos na minha cabeça, vira e mexe me pego pensando neles, e eu acho que isso é bom, pois quando o livro nos trás isso não é que ele é bom, é que ele é ótimo.
É isso meus amigos leitores, espero que tenham gostado e que tenham a oportunidade de poder ler, se tiver não exite e não pense duas vezes. Um grande abraço e que Deus abençoe a todos vocês!




segunda-feira, 20 de abril de 2015

Resenha: O Mago de Camelot




Título: O Mago de Camelot
Subtítulo: A Saga de Merlin para Coroar um Dragão
Autor: Marcelo Hipólito
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 152
Skoob: Clique Aqui


Sinopse: De uma infância pobre e sofrida à irresistível ascensão aos salões dos grandes reis; de um começo sem esperanças ao despertar de um poder inigualável, invejado e temido, Merlin,  é levado a se tornar o homem mais influente da Idade das Trevas. Confidente supremo do rei Artur e maior conselheiro da corte de Camelot.  Misterioso e enigmático. Amado e odiado. Druida, monge e mago.
Na Britânia do Século V da Era Cristã – abandonada pela queda do Império Romano à barbárie dos invasores saxões –, Merlin surge para impor um novo tipo de rei a um povo abatido e desesperado, alterando, para sempre, não apenas o destino dos britânicos, mas de toda a humanidade.
A saga de um homem determinado a erigir uma civilização de paz e justiça numa terra devastada pelo caos e a guerra em uma aventura épica e brutal que equilibra realismo duro com doses amargas de magia.

Resenha: A história se inicia no século III da era cristão, com a brutalidade feita a feiticeira Nimue, transformando a ilha de Avalon em um lugar sagrado dos druidas, os feiticeiros.
Duzentos anos depois uma jovem criança e seu irmão foram levados para um grande sacrifício, e é aí que se descobre os poderes e o futuro de Merlim.
A partir de então conhecemos a grande trajetória de Merlin para transformar-se em um grande mago, aliás, o maior druida de todos os tempos, com poderes extraordinários, que lutará por um mundo mais justo e com paz.
Merlin treinará Arthur, filho do rei Uther e o preparará para tornar-se rei assim que seu pai vir a falecer, transformará Arthur em um rei justo e que trará ao seu povo leis para que todos possam viver em paz.
Conhecemos a história do rei Arthur e sabemos que foi um rei justo , preocupando-se com se povo e trazendo sabedoria aos mesmos.
Mas sua meia irmã, Morgana surgi para aterrorizar a vida de Arthur e assim desturir seu reino de paz.
Um livro curto de leitura rápida e fácil, O mago de Camelot nos trás uma história sombria, cheia de traições, mortes, assassinatos, guerra, dor, e principalmente o início de tudo, dado a história do rei Arthur, como nasceu e viveu esse mago, e como Arthur chegou ao seu trono depois de ter que provar ser o herdeiro verdadeiro do trono real.
Indicado para os fãs de leitura sobre guerras, lutas e magia. Onde a esperança nunca morre, e ao fim de um grande desastre onde tudo chega ao fim, ainda pode não ser o fim, até as últimas cartadas possam ser dadas.
Gostaria de agradecer mais uma vez Marcelo Hipólito por nos trazer essa história maravilhosa, onde nem tudo pode estar perdido, mesmo que vivendo em um caos, onde o abismo é a melhor opção, temos a ponta da esperança nas mãos.
Obrigado pela parceria, foi maravilhoso reviver a história do rei Arthur contadas com as suas palavras e trazidas aqui para a Morada do Livros.
Grande beijo e fiquem com Deus meus amados leitores.


A Blogueira

A Blogueira
Sou Gabriela Sumariva, 24 anos, cabeleireira, tenho um sonho de conhecer o mundo, e meu mundo está nos livros, neles eu viajo em toda parte, em todas as galáxias onde nem o homem pode chegar!

Seguidores

Nacional

Nacional

Eu Apoio!

Movimento Literatura Nacional Eu Apoio!

Skoob

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Seguir por e-mail

Promoção

Promoção
Sorteio de Natal Literário

Popular Posts

Banner do Blog


Siga-nos no Facebook